Novo(a) por aqui?
Leia nosso tópico de boas vindas e descubra o que Lodoss tem a oferecer!

>>> Clique Aqui <<<

Tenha uma ótima aventura!


Últimos assuntos
» Tópico de vida
Sab 15 Jul 2017, 8:09 pm por ADM Hayate

» Tenkai
Sex 15 Mar 2013, 12:13 am por Bluesday

» Fortitudo Lapidum - Camp
Qui 14 Mar 2013, 11:19 pm por yoda

» Chamada ONE: Attention Please!
Seg 11 Mar 2013, 12:03 pm por Kaien Saller

» Novo Fórum, Novo Domínio!
Seg 11 Mar 2013, 1:30 am por ADM Hayate

» Novo no pedaço
Seg 25 Fev 2013, 1:10 pm por Arcturus Steelbreaker

» Dúvidas sobre ficha
Sex 22 Fev 2013, 8:21 pm por Peregrino

» [FP]Jason Stifler Grace
Sex 22 Fev 2013, 12:40 am por Jason Stifler Grace

» Nostalgia e Parabéns
Seg 18 Fev 2013, 6:48 pm por Bluesday




>Nuvens amaldiçoadas ameaçam cobrir a ilha!

> Leroooy!

> Casa é destruída no Vilarejo de Calm

> Mais notícias...






> Construção de Sede de Guilda

> "Entrega"

> Caçador de Hidra

> Ajudante de Porto

> Pesca em Calm

> Ovos de Dragão

Khrono Montelleto

 :: Lodoss RPG :: Fichas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Khrono Montelleto

Mensagem por Khrono em Qua 23 Maio 2012, 12:01 am

Nome: Khrono Montelleto
Idade: 18
Sexo: Masculino
Altura: 180cm
Raça: Humano
Nível:Exp: x/1000
L$: x
Profissão: x
Salário: x
Aparência:
Branco, olhos castanhos avermelhados e cabelos brancos lisos e de tamanho mediano, que ficam constantemente bagunçados e sem um penteado certo. Um pouco alto e magro, seu tipo físico é normal, diferenciado pelos músculos definidos apesar de não aparentar.
Sempre se veste com roupas que cobrem todo o seu corpo. É caracterizado pelo sobretudo que nunca deixa de usar, normalmente com blusa social por baixo e uma calça qualquer.
As pessoas o descrevem sempre falando de seu olhar distante, parece nunca estar focado em algo ou alguém, mesmo quando esta falando com alguém e seus olhos direcionados para os olhos da pessoa ele parece estar focado em algo além dos olhos.
[imagem no avatar]
Personalidade:
Personalidade sem inimigos, como costumam falar. Ele fala pouco, não se aproxima muito das pessoas, mas também não faz mal a ninguém. Sempre educado e cuidado com as palavras, parece nunca se sentir a vontade falando com outros seres vivos. Tímido, mas não tem dificuldades de se comunicar, apenas não pede favores, ou coisas do tipo.
Fora algumas particularidades, ele é um humano normal que tem capacidade de sorrir, brincar, chorar, e tudo mais. Seu estado psicológico só não varia muito por não interagir muito com outros seres vivos, então normalmente aparenta a indiferença.
Terra Natal:Paramet
História:
Infância
Nascido em uma pequena vila localizada em algum lugar entre Paramet e Calm, Khrono teve uma infância bem calma e alegre junto de outras crianças. Seu pai, Milles Montelleto era camponês e vendia tudo o que produzia em Paramet, ele passava a semana plantando e colhendo e nos finais de semana ia para a cidade vender, e pela qualidade de seus produtos, arrecadava bastante dinheiro. Sua mãe cuidava da casa, fazia a comida, arrumava e também ganhava dinheiro de “contramante”. Desde a infancia, Nuuo Hylles, mãe de Khrono, podia ver alguns espíritos, mas apenas pequenos e então começo a ganhar dinheiro assim, tais espíritos investigavam sobre a vida da cliente e diziam a ela, e assim enganava a clientela. Seus clientes normalmente queriam saber sobre gente morta ou sobre alguém ainda vivo[paixão e coisas do tipo] mas ela nunca teve a capacidade de adivinhação ou invocar seres almas de seres mortos, acredita até ser impossível. Podia-se dizer que a família de Montelleto era uma das mais ricas e influentes da vila, mas tal riqueza era nula perto dos moradores das cidades.
Assim como sua mãe Khrono sempre pode ver pequenos espíritos, e conversava muito com os espíritos que sua mãe tinha como parceiros. Muitos deles de forma animal, ou outras formas estranhas[nunca vistas por um outro ser vivo normal] que em historias contadas a crianças poderiam ser intitulados como “bixo-papão” ou monstros. Mas, contradizendo as historias, eles não eram maus, alguns sim, mas a maioria não, apenas não tinham uma noção exata de certo ou errado, e muito menos de como ele se tornou um espírito, desde de onde se lembram, já eram um. Khrono gostava muito de brincar com eles já que além de vê-los podia toca-los.
Adolescência
Ao completar doze anos de idade, Khrono começo a perceber que seu dom ultrapassava o de sua mãe, já que começo a aparecer na vila espíritos de maior tamanho e poder, e esses, sua mãe não podia ver, apenas a sombra, ou reflexo deles. Um dos espíritos contratados por sua mãe, lhe disse que sempre pôde ver e que normalmente quem vê, pode ver todos os tamanhos deles, mas a sua mãe tinha apenas parte desse dom, podendo ver apenas os mais fracos. Mas tal fato, até então não mudava muito na vida do pequeno adolescente. As pessoas não estranhavam quando ele dizia que tinha tal habilidade, já que muitas vezes viajantes com diversos tipos de habilidades passavam por tal vila, paravam por ali para descansar ou algo de tipo. O garoto adorava tais viajantes, uns fortes, outros fracos, ele sempre sonho em sair por aí e desbravar o tão enorme mundo que pra ele era desconhecido. Mas até então, tudo não passava de um sonho.
O saque, a destruição, a morte, o nascimento
Ainda durante sua adolescência, aos 17 anos de idade para ser mais exato, um grupo de viajantes chegou na cidade, todos eles montados em animais enormes e aparentemente perigosos, seus rostos eram medonhos e sarcásticos, pareciam um grupo de hienas rindo da desgraça. Repentinamente eles começaram a entrar de casa em casa e roubar todos os bens, quando havia resistência eles matavam as pessoas e pegavam todas as jovens e belas garotas e amarravam em um canto e falavam coisas horríveis. Não demorou para os Montelletos tentarem interferir e parar os bandidos, Nuuo se vestiu da armadura feita de espíritos e Milles pegou sua espada e então tentaram enfrentar a gangue. Não demorou muito para ambos morrerem no combate. O jovem não viu a sena, no momento em que seus pais começaram a batalha, um espírito o puxou para um lugar que até então, Khrono não conhecia.
Parecia mais ser o interior do pequeno Montelleto ou então um lugar feito pelo próprio ser que o levou para la. Então o espírito que se chamava Ballas começou a falar. Sua aparência era de uma ave, do tamanho de um humano normal mais ou menos mas parecia ser uma corija. Suas palavras foram: “Venho te observado a um tempo, você tem um grande poder escondido dentro de si, posso te ajudar a se tornar realmente forte, e se quiseres viver, precisará me emprestar seu corpo neste momento. Só você neste lugar pode me vê, e se continuar tudo como esta, logo não haverá mais nada aqui. Se quiser viver e salvar as pessoas que aqui vivem deve fazer um contrato comigo.” Khrono não sabia o que dizer, mas precisa aceitar tal proposta, mas ainda assim estava relutante, então indagou: “O que eu ganho e o que eu tenho a perder com tal contrato?”, não demorou nenhum pouco para Ballas responder: “Você poderá me usar a hora que você quiser, e jamais perdera a habilidade de ver espíritos, tendo em vista que tal não durará além dos seus dezoito anos. Mas para eu viver, preciso de um hospedeiro, em troca de me usar sempre que quiser, morarei em seu corpo até achar o meu. Não temos muito tempo para explicações, aceita o contrato?”. O jovem não tinha escolha e logo aceitou. Em um piscar de olhos, Khrono estava caído no meio da vila e tudo, exatamente tudo estava destruído, inclusive os tais assaltantes.
-Finalmente acordou, jovem. – Era a mesma voz de Ballas que ecoava na cabeça de Khrono, que logo espondeu. –O que aconteceu aqui?
-Eles eram mais fortes do que eu pensei, não consegui salvar aos outros, apenas a você. – Respondeu com uma estranha calma.
Então, mesmo deitado no chão, começou a chorar. Ele tinha 17 anos apenas e tinha perdido tudo. Ele ficou ali pelo resto da noite chorando e Ballas mais nada falou. Quando o jovem começou a se recuperar, tinha inúmeras dúvidas, e a primeira foi:
-Esse poder, força e tudo mais, poderei usar sempre?
Demonstrava já ter aceitado a morte de todos os seus parentes e sua cabeça agora estava voltada para ficar mais forte. Apesar da resposta não ter sido a mais animadora.
-Não, esse é o meu poder, eu usei o seu corpo para usar como recompensa do contrato, mas isso jamais voltará a acontecer até porque, não posso mais faze-lo, agora que você tomou a consciência de seu corpo novamente.
Quando ele começou a falar, uma coruja, desta vez de tamanho natural, apareceu na frente do adolescente, ela se parecia com um holograma, ou algo do tipo. Já tendo entendido que era apenas uma visão criada por Ballas, Khrono fez outras perguntas.
-E agora? Em que você irá poder me ajudar? O que eu devo fazer? De que forma você usará o meu corpo? E, eu não poderei mais ver outros espíritos?
A corija riu e respondeu tais perguntas e muitas outras prováveis perguntas do jovem.
-Meu caro, eu apenas morarei em você e em troca você ira poder me usar. Sempre que quiseres, me materializarei em forma de uma pistola em mão e assim, você vai poder atirar da forma que bem entender. Da mesma forma que eu fiz um contrato com você, você pode fazer com outros espíritos. Alguns de nós temos uma forma arma, que usamos para ajudar os seres vivos em batalhas. Não, eu não sou tão forte quanto você esta pensando, sou na verdade bem fraco, acabei de adquirir uma forma arma, existem inúmeros espíritos mais fortes que eu. Lembrando, não morarei aqui para sempre, estou aqui pois não sei onde esta meu corpo original e devo achá-lo. E terminando, sim, você pode ver outros espíritos, você ia perder essa habilidade, mas o contrato comigo lhe da a possibilidade de vê-los não importa seu tamanho ou força. Lembre-se, muitos deles assumem a forma humana ou de outras raças e podem ser vistos por tais seres viventes e é exatamente dessa “forma” que eu estou atrais. Meu caro, esse é apenas o seu primeiro contrato, sua mãe tinha cinco com pequenos dos meus, pena que ela não podia mais ver os demais. Ahhhh, já ia esquecendo, mesmo se eu achar meu corpo, você poderá continuar me invocando, já que tenho um contrato com você e eu não preciso estar perto de você para isso acontecer, da mesma forma é com qualquer outro contrato que você fizer.
O jovem, conformado se contentou com essas respostas e desmaiou novamente. Quando acordou estava com muita fome, procurou dentro das casas mantimentos e roupas, preparou suas coisas para ir embora, ir para cidade procurar como viver, mas antes fez o funeral de seus pais. Por coincidência, esse dia era seu aniversario de 18 anos.
Jornada
Levando com si apenas o necessário, Khrono seguiu em direção a Paramet, onde procuraria um trabalho e/ou outras formas de arrumar dinheiro para viver. Curiosamente, Ballas passava dias e dias sem pronunciar uma palavra, mesmo quando o jovem materializava a arma. Era como se ele não tivesse ali, mas sempre respondia quando chamado.

Força Física: 1
Força Mágica: 4 [+1]
Velocidade de Ataque: 4
Velocidade de Movimento: 1
Precisão: 3 [+1]
Vitalidade: 1 [+1]

Habilidades:

Nome: Contrato com Ballas.
Nível: Nível 1.
Descrição: Khrono é capaz de ver espíritos errantes que estejam nas redondezas, além disso ele pode também invocar uma arma mágica ligada ao seu corpo que é capaz de desferir ataques a distância e ferir seres ethéreos.
Efeitos: Khrono é capaz de enchergar, ouvir e sentir espíritos como se fossem pessoas de carne e osso o tempo inteiro e sem controle nenhum, os espíritos por sua vez podem sentir isso o que fará com que alguns deles procurem Khrono em busca de ajuda para alguma coisa tornando o contrato em parte uma maldição. Khrono é capaz também de invocar uma arma mágica, uma besta de mão que tem a capacidade de disparar virotes indefinidamente, os ataques desta arma são mágicos e seu dano é equivalente ao de uma besta pesada +1, além disso a arma é capaz de atingir criaturas etéreas ou que só possam ser afetadas por magias e armas mágicas. Uma vez invocada a arma não pode ser abandonada, se por algum motivo a arma cair das mãos de Khrono ela irá desaparecer imediatamente, seus virotes no entanto, levam uma rodada para desaparecer após serem disparados. A distância máxima que um virote alcança é igual a Força Mágica de Khrono x 10 metros.
Custos: 0 de MP para interagir com espíritos, 20 de MP para invocar a arma e 10 para manter a cada rodada subsequente.
Duração: Ver e interagir com espíritos é permanente, a arma invocada dura 1 rodada mas pode ser sustentada.
Tempo de conjuração: Ver e interatir com espíritos está sempre ativado e não precisa de conjuração, a invocação da arma é instantânea.
Alcance: Pessoal.
Área de Efeito: Pessoal.


Última edição por Khrono em Ter 12 Jun 2012, 3:10 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Khrono
Novato
Novato

Número de Mensagens : 14
Reputação : Neutro Wanted :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 22/05/2012

Ficha do personagem
Exp: 0/1000
Lvl: 1
HP: 100%

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Khrono Montelleto

Mensagem por GM Akira em Sab 26 Maio 2012, 6:06 pm

Ficha aceita.

Adicione na sua assinatura, após ativá-la em seu perfil, os itens abaixo:

- L$;
- Atributos;
- Link deste tópico;

No mais, crie sua ficha de personagem que está em seu perfil, atualize-a sempre que necessário. Não é preciso esperar que sua habilidade seja avaliada para que possa dar início ao seu jogo. Para fazê-lo basta postar sua entrada em qualquer ambiente de Lodoss a sua escolha, seja livre para isto. O GM responsável irá dar inicio a sua aventura.

Bom jogo.

_________________
Atrtibutos:
Força Física: 10 + 1
Força Mágica: 8
Velocidade de Ataque: 14
Velocidade de Movimento: 14
Precisão: 10+1
Vitalidade: 7+1

Aya, você lutou comigo e sobreviveu =3

Avisos do Titio Akira
avatar
GM Akira
GM
GM

Número de Mensagens : 683
Idade : 23
Localização : Por ai...
Reputação : Neutro Wanted :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 28/01/2011

Ficha do personagem
Exp: §
Lvl: §
HP: 100%

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 :: Lodoss RPG :: Fichas

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum